• Voa Goleiro

Você sabe onde estão as luvas que Kahn usou na final de 2002?

Atualizado: Jun 8

Onde você estava na madrugada de 30 de junho de 2002?

Após o apito final do árbitro italiano Pierluigi Colina, o goleiro alemão Oliver Kahn, destaque daquela Copa, jogou suas luvas no fundo da rede enquanto permanecia desolado por ter falhado no primeiro gol da decisão. Você sabe onde estão aquelas luvas usadas na final?

Acabado o jogo, um brasileiro burlou o esquema de segurança, invadiu o campo na hora da festa do penta, abraçou os atletas, correu com Ronaldo, parabenizou Rivaldo e, de quebra, “encontrou” as luvas do goleiro alemão Oliver Kahn.


Planejou conservá-las protegidas e, leiloá-las na Sotheby’s ou na Christie’s. Por lá, os lances podem chegar a US$ 25,5 milhões (bola de platina autografada por Beckham) ou US$ 220 milhões (camisa 10 de Pelé na final de 1970).

“Vou embalar as luvas a vácuo, conservando as manchas de terra e de clorofila para provar a autenticidade”, disse na época.

Existem algumas filmagens e fotos onde é possível ver o brasileiro se aventurando no gramado.

“Ainda não aterrissei. Todo o brasileiro merecia passar o que eu passei”, disse à época.

Ele chegou ao Japão horas antes da finalíssima do Mundial, e contou com a sorte, mas muita sorte, para tropeçar nas luvas.

Por exemplo, ele só conseguiu os ingressos para a final na quinta-feira, três dias antes do jogo. Melhor ainda: eles não custaram nada.

Annibal é amigo do técnico português Nelo Vingada, que obteve convites com a federação de seu país. O problema era buscá-los em Lisboa. Para tanto, fez um bate-e-volta desde Madri, onde residia na época, e pegou os bilhetes no aeroporto lisboeta.

Após trabalhar na sexta, embarcou para Londres e dormiu na casa de um primo. No sábado, pegou o voo para Tóquio. Com todas essas passagens, mais a volta, gastou só US$ 350, afinal, tinha um superdesconto por ser aeroviário, em 2002 ele trabalhava no escritório da companhia aérea inglesa British Airways. Annibal Murilla, em 2002, gastou no total US$ 750 (incluindo passagem, hospedagem, alimentação e transporte) para assistir à final da Copa, em Yokohama.


Uma semana depois da final, as luvas passearam pelo bairro paulistano do Ipiranga, onde mora sua família. Hoje, elas estão com Annibal em Hong Kong, onde ele reside.

3 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 por Voa Goleiro. Tudo sobre Goleiros.