• Valdir Bardi

REFLEXÕES DE QUARENTENA


Que são dias difíceis, isso é inquestionável. Todo o apavoro que se vende nas notícias parecem ser muito mais do que realmente é. Mas não se iluda, o perigo é real. O momento é histórico. Por estarmos vivendo uma pandemia, seremos afetados em questões financeiras, comportamentais e até mesmo psicológicas. Seja tolerante e cauteloso com qual tipo de conteúdo consome, a manipulação para lado A ou B é real. Contudo, ainda somos aqueles que respondem pelas nossas atitudes.


Na minha situação (Valdir Bardi), são quase três meses longe dos gramados. Enfrentando toques de recolher, proibição de viagens interestaduais, parques fechados, entre outras coisas. Sobraram a casa, os contatos pela mídia social, que já é uma normalidade. A perda parcial e momentânea do direito de ir e vir, diminuído somente em idas ao supermercado, me fizeram investir o tempo em leitura, atividade físicas (dentro de casa mesmo), e o resultado de tudo isso é a reflexão que me faz estar aqui escrevendo pra vocês.


Hoje a realidade é outra. O país em qual me encontro, Tailândia, é um nos melhores em questão de reter a propagação do vírus. O comércio está reabrindo, os parques e até o consumo de álcool que tinha sido proibido volta a ser estabelecido. O espaço aéreo, aberto pelo menos de forma interna. Os treinos voltam na próxima semana, enfim... Tudo voltando ao normal. Ou "novo normal", como queiram...


O que fica desse tempo sombrio são as leituras, webinars, conversas esporádicas com colegas de profissão e até do mesmo ramo. A reflexão que fica, e é o que me traz aqui, não podia ser outra: a nossa preparação de goleiros.


A quarentena mais uma vez mostra que a nossa classe continua sem o devido respeito. E sem a união de uma classe e a busca pelo reconhecimento de um trabalho digno, não o terá. Qual o reflexo disso? É o que a emissora FOX Sports e seus comentaristas fizeram: chacota com um dos maiores vencedores da classe.


Ele não merecia nada daquilo, mas entendo que fizeram por pura ignorância, como pessoas e como "detentores" de conhecimento.


Sede por querer dar a informação, vivendo na era da informação, o nosso mau não é a falta dela, e sim como a passamos adiante. Reter conhecimento é digno de respeito, forçar, intitular ou tachar somente para mostrar que sabe a respeito, isso é vaidade e tem acontecido muito também. Não esqueçamos a verdade é que no futebol não existem "verdades absolutas"(Luís Viegas que me permita o uso do termo). Muito que se intitula "errado", é o que vários dos nossos maiores preparadores de goleiros em nosso país estão reproduzindo e tendo bons resultados com essa prática.



Alguns preparadores pelo mundo merecem destaque e aqui cito Frans Hoek. Não pelo que formou ou pelo que ganhou, mas, sim, por já ter seus 63 anos querer e ter a gana de continuar a evoluir, nenhum dos palestrantes, escritores ou amigos me instigou tanto a pensar sobre a nossa profissão. Frans é um visionário que vale discutir suas ideias se o debatedor o conhecer.


Durante a evolução do preparador de goleiros, dos tempos antigos até os atuais, ele teve influência. E mesmo com toda essa influência, em suas palestras ele nunca escondeu que o que mais o fez evoluir foram suas falhas. Que o legado é o trabalho baseado em ciência e divulgação da informação.


Hoek acredita que o trabalho do goleiro tem que ser integrado, goleiro+equipe, pois é o jogo que nossos atletas jogam e não uma modalidade a parte. A função "preparador de goleiros", seria mais um auxiliar do treinador com especialização na, obviamente, preparação dos goleiros. O que faz total sentido ao meu ver. Seu legado já está aqui, e acredito que a contribuição de Sr Frans será para sempre.


O dever nos chama, ansioso para voltar aos trabalhos, rever colegas de trabalho, e poder fazer o que gosto, se você não chegou nessa fase, chegará, o importante é nesse momento, refletir como isso te afeta e como passará adiante, o meu muito obrigado aos amigos que de alguma maneira me estimularam a pensar e tiraram um tempo para falar, discutir ou informar a respeito da posição mais apaixonante do futebol.


Valdir Bardi Prep. De Goleiros.

174 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 por Voa Goleiro. Tudo sobre Goleiros.