• Voa Goleiro

Neto Volpi, do Inter de Lages, honra a posição GOLEIRO

Por Humberto Peron

O caso ainda vai ser investigado, mas o arqueiro Neto Volpi, do Inter de Lages (SC), mostrou que além de ser uma pessoa digna, também honra a posição que atua, ao denunciar uma tentativa de suborno, na qual receberia R$ 15 mil se tomasse dois gols do Joinvile. (Entenda o caso)

Com seu ato, Neto Volpi revela que quem escolheu ser goleiro nunca deve tomar um gol por ter recebido qualquer dinheiro. Uma coisa é tomar um gol em uma falha, outra, bem diferente, é dar um gol para o adversário.


Também apenas um goleiro de verdade sabe que o seu nome é o único que ficará marcado, para sempre, em caso de uma derrota histórica. Por mais, que seja desconhecido o arqueiro sempre vai ser citado quando se lembrarem da partida. Em alguns anos, poucos vão saber quem anotou os sete gols da Alemanha, no famosa vitória germânica – 7 a 1 – sobre o Brasil na Copa do Mundo de 2014. Mas, com certeza, nunca ninguém vai esquecer que o goleiro brasileiro era o Júlio César.


Denunciando um suposto caso de tentativa de suborno, Neto Volpi lembra que a missão do goleiro é evitar gols, sempre e não há dinheiro que faça isso mudar, quando alguém realmente honra a posição e as luvas que calça.

0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 por Voa Goleiro. Tudo sobre Goleiros.