• valdirbardi

MISSÃO JORDÂNIA - BARDICOACH

Dizem que a vida é feitas de desafios, não é mesmo? Aqui estou. A não renovação com o clube tailandês me deixou de molho em casa por 3 meses, tempo investido em matar saudades da família, estudos e amigos. Muito bem proveitosos. Esse tempo também não está sendo fácil. Com uma pandemia sendo controlada aos poucos, as oportunidades e crises assolam nosso meio futebolístico.


No meio de toda essa crise, dúvidas e incertezas apareceram aos montes. A resiliência e calma foram afetadas, e de quem não foi, não é mesmo? Apesar de tudo isso e com força da família e os poucos amigos, conseguimos nos manter em pé. Até uma sondagem do Brasil apareceu, mas por lá parecem não dar a atenção e importância devida a nossa profissão, então decidi por esperar.


Então a oportunidade apareceu. Amã, capital da Jordânia. Com certeza não existem no mapa do futebol ou ainda bem amador, querendo crescer e aparecer. No meio dessa escuridão, uma oportunidade. Quem me conhece sabe que sempre gostei de estudar a posição mais apaixonante e não menos importante dentro do futebol. A Academia de formação Jordan Knights é uma das maiores e melhores nesse sentido do país e procurava um treinador de goleiros. Através de um grande amigo, estou aqui.


Objetivos: A criação de uma metodologia de trabalho. Algo nunca feito por aqui começa a sair do papel, tem como objetivo criar um perfil de goleiros baseado no estilo de jogo da academia. A metodologia também é voltada para necessidades individuais e coletivas respeitando a cultura e maturação dos atletas. Tudo aquilo estudado nas licenças da ATFA, somado às experiências pelo mundo como treinador goleiros, me sinto capacitado para esse trabalho.


Primeiras impressões: Como um membro dentro de uma empresa, a ideia é, antes de mais nada, organizar. O que até então era bagunça: definir horários, calendários de treino e jogos e, aí sim, entrar em situações mais específicas. Devido a toda a desorganização, este é o ponto que mais sinto dificuldades. Mas tudo bem, se tudo estivesse bem e organizado não precisariam desse que vos escreve. Por isso, para agora é tempo para criar, plantar e, quem sabe, estar aqui para ver acontecer.


Respondendo às mensagens enviadas nas redes sociais, de como me sinto voltando para categoria de base eu digo: É um prazer estar aqui, no meio de uma pandemia conseguir me empregar e levar o DNA Voa Goleiro para mais um país. Independente de categoria, treinar goleiros sempre foi mais que um trabalho, sempre foi algo associado a meu estilo de vida, acho que podemos ver pela força que virou pelo Voa Goleiro e Voa Goleiro Treinamento nas redes.


Muito obrigado pela força e mensagens de todos, quem sabe um dia conseguiremos levar essa metodologia Voa Goleiro de treinar goleiros para o nosso País. Enquanto isso desenvolvemos e criamos isso para quem nos dá a importância e relevância pelo mundo a fora!


#VoaGoleiroPeloMundo


Valdir Bardi - Treinador De Goleiros.


179 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo