• Rogger da Costa

GOLEIRO DE 41 ANOS BATE RECORDE NA LA LIGA

Atualizado: Set 24

Este clube tem mais títulos do Troféu Ramon de Carranza que o Barcelona e o Real Madrid. Já se interessou em contratar o meia Raí, no auge da carreira pelo São Paulo. E agora, o Cádiz entra para a história como o clube no qual um jogador estreou com 41 anos na principal liga espanhola, a La Liga.


O goleiro Alberto Cifuentes se tornou o jogador mais velho a estrear na liga, já que o inglês Harry Lowe, em 1935, aos 48 anos, só atuou em um jogo porque treinava a Real Sociedad e, em partida contra o Valencia, teve de entrar em campo para não deixar seu time com 10 jogadores, devido às contusões (não havia substituições e nem reservas na época).


A oportunidade surgiu na segunda rodada da competição, no último final de semana. Reserva na rodada inicial, ele entrou como titular na vitória de sua equipe contra o Huesca, por 2 a 0. O Cádiz retornou à liga principal depois de 14 anos em divisões inferiores.


E Cifuentes, que já fez parte de elencos da elite do futebol espanhol, só agora atuou em uma partida. Era este o seu maior sonho.


Se ele prosseguir, em 40 dias baterá o recorde como o goleiro mais velho a atuar no campeonato, superando Ricardo López, do Osasuña, que em 2012 se despediu em partida contra o Real Madrid, em 2012, com 41 anos e 114 dias.


"Estou muito contente, muito feliz, com sorriso de menino. Que forma de entrar na história e podia ter-me estado antes", disse Cifuentes após o jogo de domingo.


Na sua declaração, ele revelou uma certa mágoa com treinadores do Mallorca, que disputou este campeonato há vinte anos.


Na ocasião, nem treinadores Luis Aragonés, Benito Floro e Héctor Cúper lhe deram alguma chance de jogar, conforme informou o jornal A Bola.


Cifuentes então foi para clubes de divisões de acesso, chegando em 2013 ao La Hoya Lorca, da Terceira Divisão.


Sua ideia era encerrar a carreira e se tornar técnico mas, após ótimas performances, ele se sentiu na melhor forma da carreira, indo atuar por uma temporada no polonês Piast Gliwice, que em 2018-2019 conquistou seu primeiro título nacional da Primeira Divisão (já sem Cifuentes).


Ele havia retornado ao Cadiz em 2015, na Terceira Divisão, e se manteve no clube até chegar à divisão principal.


O Cádiz sedia em seu estádio, Ramon de Carranza, o tradicional torneio de mesmo nome. Carranza foi um almirante, prefeito da cidade nos anos 30, que apoiou a ditadura do general Francisco Franco.


Por este motivo, o atual prefeito, conhecido como Kichi (José María González Santos), quer mudar o nome do estádio e do torneio.




123 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 por Voa Goleiro. Tudo sobre Goleiros.