• valdirbardi

GOLEIRO - ARMA PODEROSA PARA CONTRA-ATACAR


Um final de semana de destaque para a posição, em especial goleiros brasileiros que estão atuando no exterior, Alisson, pelo Liverpool, e Tiago Volpi, Toluca, do México, deram assistências.


Entendendo melhor os contextos ambas as ligas, Premier League (Inglaterra), LIGA MX (México), são ligas onde os goleiros são proativos, e tem papel fundamental dentro da equipe em todas as fases do jogo. Já não é de hoje que goleiros tem destaque ofensivo dentro de suas equipes, uma evolução natural do jogo que só perde quem não entende a importância do goleiro no jogo de futebol, uma evolução que não para, pelo contrário é mutável como um organismo.


Podendo soar como blasfêmia aos mais desavisados, como Luciano Spalletti disse recentemente: "Os sistemas não existem mais no futebol; trata-se dos espaços deixados pelo oponente. Você então tem de ser rápido para identificá-los, saber o momento certo para atacar e ter coragem para iniciar ação mesmo quando tiver sob pressão". Com certeza o treinador disse de maneira geral, mas felizmente para nós goleiros é exatamente esse contexto que podemos ser úteis para nossas equipes.


Uma arma de contra-ataques, assim são os goleiros hoje em dia, baseando-se na identificação de espaços. Quando estamos sofrendo muita pressão do ataque adversário, provavelmente os espaços estarão nas costas da defesa dos adversários. Tanto Alisson, como Volpi, identificaram esses espaços e souberam agredi-los, resultando em gols para suas equipes, algo impensado até anos atrás, mas que nos dias de hoje é essencial para contra-atacar com perigo o adversário.



Fato interessante após jogo do Liverpool: a repórter perguntou para Alisson se o lance com Salah era treinado, ele respondeu que não, mas que por se conhecerem facilita o entendimento deles no campo, levantando outro pormenor que faz a diferença: o lado socioafetivo entre os atletas. Alisson, encontrando seu companheiro no espaço sabe seu potencial para controlar a bola, podem ver no vídeo que tem a opção dos espaços, mas pela localização do jogador no campo, preferiu uma bola mais direcionada, que dominando tirou o marcador de si, saindo com totais chances de fazer o gol. Alisson ainda complementou sobre o fato dos dois jogadores terem jogados juntos na Roma, da Itália, alegando que esse fator foi realmente diferencial para o sucesso do lance.


Finalizamos dizendo que estratégias de jogo a partir do goleiro é sim poderosa se feita de maneira correta, o que nos dirige a reflexão de como podemos estimular ações dentro de nossos treinos para acontecerem.


Valdir Bardi - Treinador de Goleiros Madura United.

Os fatos acima citados não são baseados em certeza, mas sim reflexões a partir do que se vê na prática e da teoria que se estuda.

300 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo