• Rogger da Costa

“FATTY” FOULKE O GOLEIRO MAIS PESADO DE TODOS



O futebol é cercado de personagens folclóricos desde os primórdios. Um exemplo pesado, no sentido literal da palavra, é do goleirão William Foulke, carinhosamente conhecido como “Fatty Foulke”, por conta de algumas dezenas de quilos a mais que o convencional e o seu desejo incontrolável por comer tortas. O gigante arqueiro inglês, de corpo avantajado, entrou para a história do Sheffield United e do futebol mundial no fim do século XIX por fechar o gol e intimidar todos os seus adversários, e também os companheiros de clube. No início da história do futebol, quanto mais forte e pesado fosse o goleiro, melhor. Foulke, no entanto, levou isso bem ao pé da letra e se tornou uma lenda do futebol mundial na virada do século XIX para o XX. Nascido no dia 12 de abril de 1874, na cidade de Dawley, no Condado de Shropshire, oeste da Inglaterra, William Henry Foulke já na infância era “carinhosamente” apelidado de “Fatty”, o gorducho. Famoso pelo porte físico:com 1,93 m e 152 kg, não se interessou por futebol de imediato. Estudioso, Foulke terminou os estudos e foi trabalhar em uma mineradora. . Até que despertou, em uma das “peladas” na mineradora seu gosto pelo futebol, principalmente pela função de goleiro, a única que lhe cabia. Com o passar do tempo, o “gorducho” passou a levar a sério o fato de ser um arqueiro e começou a jogar no Sheffield United, tradicional time da Inglaterra. Mesmo sendo chacota pelo seu peso, William convencia pelas boas exibições embaixo das balizas. Tanto que aos 20 anos, o jovem redondo iniciou sua trajetória entre os profissionais do Sheffield. Logo na primeira temporada, o goleiro foi protagonista em uma vice-campeonato, o que chamou a atenção do mundo. Foi justamente nessa temporada que ele foi convocado para defender seu país. Mas disputou apenas um jogo pela seleção da Inglaterra, no em 1897, na vitória sobre o País de Gales, por 4 a 0, pelo Campeonato Britânico de Seleções. Apesar de ter feito uma grande partida, nunca mais foi convocado. Preconceito? Com certeza.Ao longo de sua trajetória, Foulke teve que encarar os olhares desconfiados por onde passava por conta de seu porte físico. Apesar dos muitos quilos a mais, era um bom goleiro e surpreendentemente ágil. Sua protuberância intimidava os atacantes. Muitos não se arriscavam a fazer carga sobre ele com medo de bater no goleiro e serem empurrados para longe. Durante os mais de 10 anos em que Foulke representou os Blades, acumulou grandes atuações e títulos. A Liga Inglesa de 1897/98 e a Copa da Inglaterra em 1898/99 e 1901/02, estão entre os títulos do arqueiro. . Entre uma torta e outra, William se tornou uma figura carismática e icônica na Inglaterra. Sua imensa expansão corpórea o transformou em um exímio pegador de pênaltis. Foulke também se notabilizou por quebrar as balizas. Isso mesmo. Ao se pendurar no poste, a estrutura, à época de madeira, não suportava e partia ao meio, obrigando a paralisação das partidas. Folclórico e temperamental, William Fatty Foulke acumulou momentos bizarros no futebol, como quando ao discordar de uma decisão da arbitragem, perseguiu o juiz, que, ciente do perigo, se escondeu em um armário de vassouras e foi amparado por diretores da FA. De tanto apetite por comida e confusões, Foulke virou atração à parte nos gramados da Inglaterra. Tanto que em 1905, o Chelsea FC, recém-fundado, desembolsou cerca de 50 libras para contar com o Gorducho, que chegou para ser o primeiro goleiro e primeiro capitão do clube. Transformou-se no queridinho das multidões, com sua capacidade técnica no gol. Ele fez 35 jogos pelos Blues. Sua paixão por comida também foi destaque, além de histórias clássicas, como ele amanhecer esperando o café da manhã na porta do restaurante dos hotéis, ou quando exterminou 11 pratos de comida em um jantar na véspera de um jogo da equipe londrina. Sem preocupação com seu peso, o Fatty Foulke seguiu aumentando sua massa corpórea e encerrou sua carreira com intermináveis 170 kg. O fim de sua vida, entretanto, não apresentou a mesma graça de quando esteve nos gramados. Envolvido em apostas clandestinas e com problemas com a polícia, William faleceu em maio de 1916, acometido por cirrose hepática.



0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 por Voa Goleiro. Tudo sobre Goleiros.