• Rogger da Costa

ELEITO, VINICIUS CONTA COMO VAI SER VEREADOR E GOLEIRO DO REMO AO MESMO TEMPO

Titular do Remo, que está na segunda posição do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro, Vinícius terá uma responsabilidade a mais a partir de 2021. O goleiro com passagem pelo Flamengo foi o 11º vereador mais votado em Belém-PA, com 7.079 votos.


A ideia de candidatar-se para uma vaga na Câmara Municipal nasceu após o jogador acompanhar mais de perto a esposa em projetos sociais em áreas carentes durante a pandemia.


“A politica é uma ferramenta para poder ajudar mais pessoas. Vimos que a necessidade era muito grande”, disse ao ESPN.com.br.


Mesmo nunca tendo pensado em virar político, ele resolveu filiar-se ao partido Republicanos e disputar as eleições. O goleiro não teve tempo de fazer uma campanha muito elaborada ou cara e também não queria atrapalhar os treinos e os jogos.


Para eleger-se, Vinícius contou com muita ajuda da esposa, utilizou as redes sociais e fez visitas aos bairros de Belém nos horários vagos.


“A grande maioria dos votos que recebi deve ter sido de torcedores do Remo, mas acho que recebi alguns de rivais também porque eles me respeitam muito e admiram meu trabalho”.


A ideia de Vinícius é conciliar as duas atividades ao mesmo tempo. Ele não será o primeiro jogador de futebol a fazer isso. Em 1988, o volante Biro-Biro era ídolo do Corinthians quando foi eleito vereador pelo PDS. Em 2008, o atacante Túlio Maravilha era artilheiro Vila Nova-GO quando foi o terceiro mais votado pelo PMDB para a Câmara Municipal de Goiânia, mas renunciou ao cargo em 2011 para jogar no Bonsucesso-RJ em busca do milésimo gol (segundo suas próprias contas).


“A Câmara tem três sessões por semana, geralmente no período da manhã. Vamos ter uma equipe competente para isso. Minha esposa vai me auxiliar muito no mandato”, disse o goleiro.


“Vamos trabalhar bastante para ajudar o esporte e o lazer da cidade. Vamos procurar atender as necessidades das pessoas em todas as áreas. O salário irá ajudar muito nas ações sociais que a minha esposa sempre faz. O que pudermos fazer para ampliar essa ajuda, será muito bem vindo. Convoco empresários para que venham até nós para alcançarmos o máximo de pessoas”.


Carreira


Vinícius começou em escolinhas de futebol em Goiânia-GO antes de chegar ao Vila Nova-GO, no qual ficou por mais de uma década. Depois de jogar quatro temporadas no profissional, ele passou por Criciúma, Duque de Caxias-RJ e Boavista-RJ.


Em 2010, ele foi contratado por Zico, que era diretor de futebol, para o Flamengo, que havia acabado de perder o goleiro Bruno por causa do assassinato de Eliza Samúdio.


“Tive a oportunidade de trabalhar com o Zico, com grandes jogadores e treinadores. Foi uma experiência incrível e gratificante porque é um time de muita cobrança e tradição”, afirmou.


Vinícius era o terceiro goleiro – atrás e Marcelo Lomba e Paulo Victor. Por isso, não teve oportunidades de jogar pelo time principal nas duas temporadas na Gávea. Ele atuou pela equipe sub-23 no Brasileiro de Aspirantes.


Comandado por Vanderlei Luxemburgo, o arqueiro também treinou ao lado de Ronaldinho Gaúcho.


“Era fantástico estar com Ronaldinho porque a gente o via sempre no Barcelona. Era um ídolo mundial e uma referência que estava com a gente. Era habilidade pura. A gente sofria demais com ele. Nos treinos de finalização ele não errava o gol de jeito nenhum. Me dava muito trabalho (risos). Era muito humilde, carismático e tratava todo mundo bem”.


Vinícius passou por CRB-AL, Novo Hamburgo-RS, Esportivo-RS e Boavista-RJ antes de ir para o Remo, em 2017. Com um contrato com o time paraense que se encerra no final do ano, o goleiro de 36 anos ainda não tem a situação completamente definida.


“As eleições do clube serão em dezembro e temos que aguardar alguma definição. Nosso principal objetivo é subir para a Série B do Brasileiro”, finalizou.


135 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 por Voa Goleiro. Tudo sobre Goleiros.