• Voa Goleiro

Ederson: o ‘Gordo’ que virou peça ideal de Guardiola

Atualizado: Mai 20

O Manchester City pode conquistar o título do Campeonato Inglês já no próximo sábado (7), ao receber seu grande rival Manchester United, pela 33ª rodada do torneio. Um dos principais pilares da equipe de Pep Guardiola é o goleiro brasileiro Ederson, que conquistou sua vaga no time devido à sua ampla técnica debaixo das traves e na saída de bola.

“Ele veio para cá porque tinha o irmão mais velho a jogar conosco. Como Osasco era uma cidade muito perigosa nós tínhamos de dar muita atenção às crianças. O futebol é uma arma que usei até agora para tirar os rapazes das ruas. Como o Ederson é canhoto eu o coloquei na lateral esquerda. Já tinha um pontapé forte mas faltava ginga para driblar, por isso o coloquei no gol”, contou ao jornal ‘The Guardian’ Gilberto Lopes, conhecido por Giba, um dos responsáveis por descobrir o talento de Ederson, como treinador no Champions Ebenézer FC, de Osaco.

Depois de Giba, Ederson passou a ser treinado Antônio Rodrigues nos sub-13 do São Paulo, onde já era conhecido por ‘Gordo’. “Me disseram que ele já estava se destacando como goleiro. Fiquei impressionado com a precisão que ele tinha com a bola nos pés e com a rapidez e agilidade entre os postes”, recordou o técnico, com Víctor Severo, um amigo que vive com a família do atleta, que acrescentou um ponto importante:

“O futsal o ajudou muito. Ele costumava jogar como ‘goleiro-linha’ para tirar vantagem de seu chute forte. Devido a isso, a nossa tática era abrir espaço para que ele viesse da área para bater. Era tão bom com os pés que chegou a disputar a artilharia do torneio”.

“O São Paulo tinha um plano para produzir sucessores de Rogério Ceni, por isso os nossos treinos com os garotos eram muito centrados no jogo com os pés. Embora fosse muito tímido, o Ederson prestava muita atenção a todos os exercícios, estava sempre concentrado e aprendia tudo rapidamente”, adiantou Luiz Batista da Silva Junior, treinador de goleiros do São Paulo, mencionando aquele que é “o único ídolo” de Ederson.

“Rogério Ceni será sempre a minha principal inspiração. Ainda vejo muitas vezes vídeos dos jogos dele fazendo fantásticas e mostrando imensa qualidade ao armar o jogo de seu time lá de trás. A qualidade dele era extraordinária”, revelou Ederson, em uma outra ocasião ao autor deste artigo do jornal inglês.

Mas o São Paulo não foi a etapa seguinte na carreira do goleiro, o clube dispensou o atual títular do City, na época com 15 anos.”É terrível receber notícias destas cara-a-cara, por isso imaginem como foi para ele descobrir desta forma, sem uma justificação convincente. Como é óbvio ele nunca esquecerá os momentos que viveu no clube, mas a forma como foi colocado de parte é também marcante e dolorosa. Ele chorou muito”, recorda Severo.

Ederson acabou voltando a trabalhar com Giba até que alguém ligado ao agente Jorge Mendes ligou a Antônio Rodrigues perguntando por um goleiro jovem e promissor. Este indicou o “Gordo”, então com 16 anos:

“O primeiro nome que me veio à cabeça foi o do Ederson. Não me esqueci dele por causa da enorme dedicação nos treinos. Quando essa pessoa me perguntou sobre quais eram as maiores qualidades dele, me lembro de responder distribuição de jogo, dinamismo e agilidade. E disse também: ‘se ele for para a Europa não vai voltar.”

E assim foi. O brasileiro passou por Ribeirão e Rio Ave de Portugal até chegar ao Benfica, em 2015. No Manchester City desde o verão de 2017, Ederson tem agora credenciais para a Seleção Brasileira, onde o treinador de goleiros, o histórico Taffarel, não lhe poupa elogios:

“Quando comecei a trabalhar com o Ederson me perguntei de onde viria aquela frieza. Suspeitei que poderia ser medo, pois ele era bastante introvertido e raramente falava. Mas com o tempo, depois de estabelecermos um bom relacionamento, começou a se abrir mais, dentro e fora de campo, e percebi que aquela calma é uma parte muito positiva da sua personalidade.”

“Tem muito sangue frio. Mas pode evoluir a tomada de decisão, que é algo de que sempre falamos muito. Apesar da juventude ele é impressionantemente seguro e essa segurança é passada naturalmente para a equipe de forma muito produtiva”, acrescentou Taffarel.

0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 por Voa Goleiro. Tudo sobre Goleiros.