top of page
  • Caio

Caballero precisa ser o titular até o fim da temporada(?)

Uma ótima abordagem do Manchester Connection

Se tem uma posição no City que tem rendido muita conversa ao longo da temporada, definitivamente é o gol. Desde a péssima condução da situação de Joe Hart até a contatação de Bravo, muito tem se falado sobre a meta do City.

Acumulando uma atuação pior que a outra, Bravo não justificou os quase £14 milhões empenhados em sua contratação, tampouco a confiança de Pep Guardiola para assumir a responsabilidade de ser o dono da posição debaixo das traves.


Ao passo que entramos na metade final da temporada, a contratação de Bravo se mostrou um equívoco de proporções catastróficas, com erros cruciais que custaram diversos pontos ao City ao longo dos últimos meses e que carregam grande responsabilidade na atual posição do time na tabela – fora até mesmo da zona de classificação para a Champions League.

Com isso, já surgem rumores sobre possíveis aquisições para a meta na próxima temporada. Além de Rulli, em que o City tem um acordo para contar com o goleiro da Real Sociedad, jornais portugueses dão conta de um possível interesse no goleiro brasileiro Ederson, do Benfica.

Ederson teria as qualidades que Pep procura num goleiro, sobretudo a saída de bola. Com apenas 23 anos, o arqueiro do Benfica ainda tem muito tempo para desenvolver potencial.

No entanto, o City ainda luta forte na FA Cup e na Champions League, além de estar na briga para, pelo menos, ficar entre os quatro primeiros na Premier League. E uma solução para a situação do gol precisa ser encontrada ainda nesta temporada. Tal solução está onde até algum tempo atrás menos se esperava: Willy Caballero.

Ao longo de seus anos de City, o argentino nunca chegou a ser exatamente unanimidade entre a torcida, especialmente em alguns jogos em que falhas suas custaram o resultado. Entretanto, consolidando-se como um goleiro de copas nacionais, o goleiro da HO Soccer acabou se tornando o herói da conquista da Capital One Cup na temporada passada, ao defender três pênaltis na final contra o Liverpool, em Wembley.


Na atual temporada, Caballero vinha tendo boas atuações, especialmente na FA Cup, onde manteve dois clean sheets nos últimos dois jogos – contra West Ham e Crystal Palace. Como forma de reconhecimento, Pep deu a Willy a chance de ser titular também na Premier League, ao menos no jogo da última quarta-feira (1) contra o West Ham, relegando Bravo ao banco de reservas.

Porém, não custa lembrar que não foi exatamente o primeiro jogo de Willy como titular na liga. Enquanto a situação de Hart e Bravo não se definia, coube ao argentino defender a meta no início da temporada, e ele passou longe de ir mal.

Contando com este último jogo diante dos Hammers em Londres, Caballero soma 11 atuações na temporada entre todas as competições, e seu aproveitamento tem sido muito bom. No total, são nove vitórias, um empate e uma derrota. Ao todo, foram quatro partidas de Premier League, três na Champions, duas na FA Cup e outras duas na EFL Cup.


Nestas partidas, Caballero acumula quatro clean sheets, sendo os últimos três de forma consecutiva, coisa na qual Bravo tem falhado miseravelmente. Além disso, Caballero não sofreu mais que um gol em todas as outras partidas, o que lhe dá uma média de 0.6 gol sofrido por jogo.

Como se não fosse o bastante, ainda que possa não haver necessariamente uma ligação direta entre estes fatos, mas o ataque do City parece funcionar melhor quando Caballero está em campo. Nas 11 partidas de Willy, o City foi às redes em não menos que 32 ocasiões, marcando quase três gols por jogo em média.

Com a forma da atual temporada e considerando o crédito que Caballero adquiriu no clube ao longo dos últimos anos, especialmente se levarmos em conta aquela final da Copa da Liga, Willy, até por uma questão de mérito, precisa ser o titular do City ao menos até o final da temporada.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page