• Rogger da Costa

Cérebro – Corpo – Mente – Emoção

Atualizado: Mai 15

Trabalhar “autoconhecimento” e “auto-motivação” desde os primeiros estágios do treinamento até o mais alto nível de competição ajuda o goleiro a manter o interesse em seu aprendizado ou trabalho e, sem dúvida, encoraja-o a aprofundar-se na verdadeira implicação para melhorar continuamente.

Dessa forma, para que o goleiro reconheça sua “identidade” – individual e coletiva – é necessário que ele tenha uma imagem corporal e adequada, representada mentalmente com códigos-chave para dar o máximo e para que seu treinador também possa tirar o melhor proveito dele . “Estar disponível”.

Nossas emoções, pensamentos e ações funcionam como um “All Neurological“, como o software mais sofisticado e preciso no nível do cérebro. Após o símile tecnológico, esses programas mentais são construídos pelo goleiro com informações sobre como ele percebe (leitura tática) e como ele entende o jogo a partir de seu próprio conhecimento dele.

A VISÃO tática deve orientá-lo a observar a realidade com todos os sentidos e emoções, dando “sentido” a tudo o que vê, para poder agir de acordo com os programas mentais e as sensações que ela possui. banco de memória corporal.

Além disso, o goleiro pode alterá-los dependendo do contexto em que ele compete. Portanto, é importante que os comportamentos e movimentos específicos que você usa quando pensa, sente e decide, na execução técnico-tática, busquem um único objetivo: gerar resultados específicos, orientados a mudar o significado dos aspectos negativos do jogo que o exigem.

O conhecimento do goleiro sobre o jogo evolui constantemente, ao mesmo tempo que o “jogo”.


Como exemplo, para o goleiro, ter a obrigação de vencer ou jogar é diferente de pensar na oportunidade de disputar a posse de uma partida; ou a responsabilidade de executar no máximo em um momento específico da temporada, pela pressão que o resultado possa exercer. Em suma, o goleiro possui um “mapa” de seu próprio futebol que não deve ser confundido com o território específico em que ele deve desistir.

É por isso que é de vital importância o que se dá: resultado, desempenho, treinamento, crenças etc. A importância essencial para o goleiro nas etapas do treinamento confere a cada um um significado flexível, pois servirá de âncora para o desenvolvimento de crenças pessoais fortes e sólidas, que são o motor de sua personalidade. Que o impulsionam para querer melhorar.

O significado mental, localizado no cérebro mais primitivo, o motor inconsciente, é a “representação mental e corporal do pensamento e comportamento que o goleiro precisa para obter o máximo desempenho”. Portanto, ele é responsável pelo desempenho esportivo em momentos de tensão máxima.

Por esse motivo, para melhor ou para pior, tudo o que ensinamos nas etapas de treinamento é automatizado. Isso é fundamental porque, em situações estressantes, nas quais você precisa ser rápido, o goleiro responde em um nível inconsciente: NÃO PENSE O QUE VOCÊ VAI FAZER, APENAS FAÇA.

Sendo continuamente construído por experiências, o goleiro precisa de uma atitude mental positiva, que é o que gera mudanças no “sistema de crenças”, permitindo aumentar o nível de motivação pessoal.

Tudo o que ensinamos nas etapas de treinamento é automatizado. Isso é fundamental porque, em situações estressantes, nas quais você precisa ser rápido, o goleiro responde em um nível inconsciente: NÃO PENSE O QUE VOCÊ VAI FAZER, apenas FAÇA.

Exercer o autoconhecimento do goleiro para construir seu mapa de trabalho deve ser consistente: uma mentalidade vencedora sempre deve ser acompanhada de uma emoção positiva e forte ativação emocional e física. Este é o programa necessário para sonhar com sucesso.

Por que atualizar continuamente o programa?

  1. Às vezes, é necessário redefinir a meta que indica o sentimento positivo: visualize antecipadamente a imagem exata do sucesso, “a visão”, permite identificar os obstáculos que impedem a tensão física e emocional em relação à meta estabelecida. Você precisa detectar oportunidades em cada problema e superar as limitações, melhorar o desempenho e superar desafios ou desafios

  2. Explore o mundo interno dos concorrentes para detectar e conter obstáculos da equipe que não permitem desenvolver o melhor nível de desempenho. Superar bloqueios mentais coletivos, porque após um erro, é gerada uma nova situação mental SEMPRE COLETIVA

  3. Mergulhe no significado de “crenças”, pois elas estão diretamente relacionadas à auto-motivação. Se o goleiro aprender que se render é vencer, essa mentalidade resultante pode afetar a maneira como ele percebe, uma vez que o goleiro dará muita importância ao resultado, perder ou vencer e prejudicar pouco o esforço que ele fez ao longo da semana. e combinar e impedirá que você procure o lado positivo que lhe dá energia para continuar

Dominar e regular todos esses aspectos efetivamente ajuda o goleiro a encontrar um estado físico e mental ideal para ativar, focar, fortalecer o diálogo interno, fortalecer o diálogo interno, fortalecer a confiança, a motivação e aprender a pensar no próximo desafio, através do uso de técnicas individuais que lhe permitem desenvolver fortes recursos psicológicos para explorar o talento individual.

Visualizar os objetivos e a direção certa, dá ao goleiro significados que se tornam persistentes em crenças que lhe dão segurança. Viver o medo depende de si mesmo, de escolher “acreditar ou não acreditar” que puder.

“Nos esportes, o mais importante é tomar decisões a tempo. Para gerenciar essa precisão em cenários em constante mudança, os atletas devem: sentir que dominam seu perfil corporal em coordenação com o que vêem, serem emocionalmente inteligentes e mentalmente fortes. Princípio Treinamento fundamental em LATERALIDADE “

Todos os direitos reservados do artigo por: Amalia Revuelta Psicóloga Esportiva – Especialista Lateral. Treinador de futebol da UEFA – Treinador de guarda-redes [RFAF]

7 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 por Voa Goleiro. Tudo sobre Goleiros.