• Voa Goleiro

1 jogo, 1 goleiro e 2 “goleiros”, Mais um dia na louca vida de Marcelo Bielsa

Atualizado: Mai 25

Já se sabe que o nome de Marcelo Bielsa costuma estar associado a histórias um tanto… diferentes e há mais um capítulo para acrescentar. É que o técnico do Lille utilizou três ‘guardiões’ diferentes contra o Estrasburgo (0-3), num jogo absolutamente louco.

Tudo começou com duas substituições forçadas, quando Thiago Mendes (12’) e Malcuit (19’) saíram lesionados. Pouco depois, aos 38’, Bielsa esgotou as alterações, ao tirar Ballo Touré: o zagueiro tinha acabado de ver um amarelo devido a uma entrada perigosa e o técnico não quis arriscar.

E eis que a verdadeira loucura começou: aos 18 do segundo tempo, o goleiro Maignan atirou a bola na cabeça de um adversário e foi expulso, obrigando Bielsa a colocar De Préville no gol. O atacante até fez uma defesa, mas sofreu um gol do Estrasburgo, aos 29 do segundo tempo. Em desvantagem, o técnico quis voltar a ter a referência no ataque e De Préville tirou as luvas , e deu-as a Ibrahim Amadou. Só que a vida continuou difícil para o Lille. O português Edgar Ié fez um pênalti, Liénard concretizou-o, aos 37, e Grimm selou o placar em 3-0 aos 43.

Perante este caso insólito, o jornal português Record conversou com o ex-árbitro Marco Ferreira se tudo estava dentro da regra. “Da mesma forma que um zagueiro pode jogar de ponta-de-lança, qualquer um pode ir para a gol, desde que o árbitro seja informado e a troca seja feita com o jogo interrompido”, disse.

Mais um dia na louca vida de Bielsa…

0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 por Voa Goleiro. Tudo sobre Goleiros.