• Voa Goleiro

1,73. Dois pênaltis defendidos e classificação.

Atualizado: Mai 19

O jogo de abertura do Mundial de Clubes de 2018 foi decidido nos pênaltis. Nesta quarta-feira, Al Ain, dos Emirados Árabes, e Team Wellington, da Nova Zelândia, empataram por 3 a 3 em duelo movimentado Abu Dhabi. Na marca da cal, o time local completou a virada heroica e venceu por 4 a 3.

Com apenas 1,73m de altura, o goleiro Khalid Eisa defendeu duas cobranças e foi o grande herói do duelo.

Com a vitória nos pênaltis, o Al Ain garante vaga nas quartas de final do torneio, e agora terá pela frente o Espérance Sportive de Tunis, da Tunísia, no próximo sábado, às 14h30 (de Brasília).

No segundo tempo, Molloy cruzou de cabeça para a pequena área e Bevin, mesmo finalizando fraco, obrigou Khalid a fazer defesa plástica. No último lance, Diaky ficou cara a cara com Basalaj, mas o goleiro fez grande defesa, manteve o Wellington vivo no Mundial e levou a disputa para as penalidades.

Al Ain completa a virada nos pênaltis O time da casa completou a virada nos pênaltis, mas não sem uma boa dose de drama. Autor do gol de empate no tempo normal, Berg foi o primeiro cobrador a desperdiçar pênalti. Khalid, no entanto, não deixou o herói se tornar vilão. O goleiro defendeu duas cobranças, inclusive a decisiva, e levou o time local à próxima fase do Mundial.

0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 por Voa Goleiro. Tudo sobre Goleiros.