• Voa Goleiro

TÉCNICA x FUNCIONALIDADE – A IMPORTÂNCIA DA TOMADA DE DECISÃO DO GOLEIRO

Atualizado: há 6 dias

Por Bruno Santos


Baseado na discussão TÉCNICA x FUNCIONALIDADE, resolvi também abordar sobre a IMPORTÂNCIA DA TOMADA DE DECISÃO do goleiro. Primeiramente, quero deixar claro que sou extremamente fã de uma boa técnica, porém antes de um goleiro técnico, eu prefiro um goleiro que seja decisivo no jogo. Ou seja, eu acredito que melhor que uma “técnica perfeita”, é o “defender”.


Mas baseado em quê eu digo isso? Se formos observar, hoje em alto nível existem goleiros que, ao meu ver, não possuem uma boa técnica, porém se sobressaem pela personalidade e pela tomada de decisão, o que acaba sendo um diferencial fundamental para o sucesso do goleiro e de seu time.


Uma tomada de decisão rápida e certa em onde dar o passe, onde repor uma bola, sair jogando ou ligação direta com o ataque, sair do gol ou não em um cruzamento, ou em uma situação de 1vs1, ajuda a definir uma partida.


Mas para que isso aconteça no jogo, precisamos estimular no dia a dia de treinamento. Não sou contra o método analítico, acredito que principalmente na formação, seja de extrema importância, pois é onde o atleta está desenvolvendo os aspectos técnicos e aprendendo a se autoconhecer. Porém, ao meu ver, baseado no que pude presenciar e aprender em outros países, vivenciando diferentes escolas de goleiros, estimular o cognitivo seja tão importante quanto trabalhar a técnica e quando trabalhamos somente o método analítico, como é muito comum na nossa escola brasileira, a qual é extremamente tecnicista, deixamos de estimular a tomada de decisão e automaticamente passamos a criar “goleiros robôs”.


Durante muito tempo, o método analítico era visto como “verdade suprema” no futebol, mas hoje muitos profissionais no futebol vem pensando de forma sistêmica, ou seja, o todo não é somente a soma das partes. Se eu separar as partes e treinar cada uma isoladamente e juntar as partes de novo, não necessariamente irei melhorar o todo (jogo), por isso treinar situações reais e imprevisíveis, assim como estimular a tomada de decisão dentro dos exercícios propostos, ajuda com que o goleiro chegue melhor preparado para todas as situações que podem ocorrer em uma partida.


Muitas vezes se busca somente a “técnica perfeita” de um goleiro e esquecemos que isso não é o mais importante em uma partida, talvez a tomada de decisão, a personalidade e o fator psicológico e emocional de um atleta seja mais importante que qualquer coisa. De nada adianta ser eficiente, se não for eficaz. Duas palavras parecidas, mas com significados diferentes. A palavra eficaz se refere a alguém ou alguma coisa que produz o resultado ou efeito esperado e a palavra eficiente se refere a alguma coisa ou a alguém que dá ou obtém bons resultados.


Eficaz, tem sua origem na palavra em latim efficax e se refere a alguém ou alguma coisa que produz o resultado ou efeito esperado. Alguém ou algo capaz, útil, seguro, infalível, que realiza aquilo a que se destina ou as funções que lhe competem, no caso do goleiro, DEFENDER.


Irei dar um exemplo e quero que olhem a imagem abaixo e pensem o que iriam fazer ou como iria reagir se o goleiro de vocês fizessem o fundamento da entrada dessa maneira:

E agora, o que iriam falar ou fazer se o goleiro o qual vocês treinam, fizesse uma defesa rasteira assim:

PENSARAM? E O QUE VOCÊS IRIAM FAZER? Certamente a grande maioria pensou como eu, não iria hesitar para tentar corrigir o movimento na mesma hora. Pois é meus amigos, nas imagens acima podemos observar um dos melhores goleiros do mundo em atividade, realizando fundamentos técnicos, que consideramos, dentro da nossa escola brasileira de goleiros, sendo executados de maneira errada, mas com o objetivo principal, que é o “pegar”, sendo realizado com eficácia.


Em 2015, trabalhei na equipe profissional do Miami United, dos Estados Unidos e lá treinei 5 goleiros diferentes, cada um vindo de um país diferente e com uma escola diferente. Tinha um americano, um argentino, um francês, um italiano e um venezuelano. Era um desfile de culturas de futebol e técnicas diferentes, cada um com seu estilo e ali eu não poderia aplicar uma “técnica suprema” e tirar a essência de cada um, foi a partir disso que comecei a entender e a pensar o treinamento de goleiro de forma sistêmica, onde não interessa o caminho e sim o destino, ou seja, ali já não me interessava tanto a maneira como o goleiro realizava a técnica, mas sim se ele pegava ou não. Claro que se eu percebesse que tal maneira estaria prejudicando, seria realizada uma intervenção com o feedback.


Enfim, para finalizar, ao abordar esse tema, minha ideia é estar contribuindo para discussões positivas e pensamentos a respeito da evolução do treinamento de goleiro e também não quero estar falando de uma “verdade suprema”, é apenas o meu pensamento, onde muitos podem e tem o direito de discordar. Tudo que for pra acrescentar aos nossos goleiros é importante e acima de tudo devemos ter nossas convicções. Afinal de contas, no futebol não existe o CERTO ou ERRADO, e sim o RESULTADO.


“Não há saber mais ou saber menos: Há saberes diferentes.” Paulo Freire

0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 por Voa Goleiro. Tudo sobre Goleiros.