• Voa Goleiro

Adrián: de sem clube a titular do Liverpool

FONTE: Engenharia do Futebol – Autor: Diogo Franceschetti

Adrián San Miguel del Castillo. Ele pode parecer um pouco desconhecido ao público em geral, mas hoje é reserva do Alisson Becker, goleiro titular da seleção brasileira e do Liverpool. Aliás, reserva não, titular (Alisson vem tratando de uma lesão).

Quem é Adrián e por que ele foi o primeiro escolhido?

Adrián nunca foi um goleiro de clubes grandiosos, formado e profissionalizado pelo Bétis em 2006, essa sua chegada ao Liverpool faz com que o clube londrino seja apenas o 3º clube da sua carreira(Bétis, West Ham e Liverpool) .E impressionantemente sai de um clube médio para um gigante, atual campeão europeu para ser reserva de quem hoje disputa para ser o melhor goleiro do mundo(eleito hoje o melhor goleiro pela UEFA), então necessita ser um atleta que tenha um nível de performance alto.

Como segundo motivo entra a escolha de John Achterberg, treinador de goleiro do Liverpool,pelo espanhol. O Holandês trabalhou com Alisson na última temporada, temporada à qual Alisson teve seu melhor desempenho, desde que iniciou no profissional. John está no Liverpool desde 2009, quando se aposentou dos gramados, e no profissional desde 2011. Ele já trabalhou com Pepe Reina, Doni, Loris Karius e agora Alisson.

Adrián chegou no Liverpool para ser reserva e com a lesão de Alisson ,acabou entrando já na abertura da Premier League contra o Norwich e desde então a vida dele tem sido um turbilhão de acontecimentos. Jogou a final da Supercopa Europeia contra o Chelsea e se sagrou herói ao defender a última cobrança do time londrino. Infelizmente, na comemoração do título acabou levando um carrinho de um torcedor, que quase o tirou de ação por um tempo. No jogo seguinte, Adrián viveu a maior antítese que o futebol pode permitir, quase se tornou o vilão ao falhar em uma tentativa de manter a posse.

Nessa nova partida ele teve mais uma chance para mostrar o que vem aprendendo e desenvolvendo nessa nova temporada e clube e veremos a seguir o que ele conseguiu desempenhar.

Análise Defesa de Zona

Dentro desse tema irei abordar algumas possíveis situações, como as bolas alçadas na área, sejam elas oriundas de bolas paradas ou rolando, defesas de cruzamentos rasteiros, coberturas curtas médias e longas.

Para iniciar, Adrián foi bem exigido em relação as coberturas, então coloco como um ajuste bem interessante o posicionamento de corpo dele (antero-posterior) e a distância entre ele e a última linha como podemos ver na imagem 1 e também o balanço horizontal dele em relação ao lado da bola (que seria ele estar mais próximo do lado da bola, na imagem 2 vemos a bola do lado direito e ele levemente pendendo ao lado direito também)

Posição do corpo


Balanço horizontal, sempre estando mais perto do lado da bola



Nesse primeiro vídeo, uma situação ocorrida no jogo em relação a coberturas longas, vemos um erro de execução técnica. Mas não apenas isso, na imagem abaixo, vemos que as distâncias entre zagueiro-bola e goleiro-bola são bem diferentes, então acredito ser muito mais um erro de decisão do que um erro meramente técnico.

Reparar na distância entre zagueiro-bola e goleiro-bola, a vantagem era do zagueiro.


Veremos ao longo desse tema que ele consegue se adaptar ao longo do jogo e evoluir nas escolhas.


Nesse lance, já vemos um acerto tanto decisional como resolutivo (talvez necessitando de um ajuste no tempo de bola e no gesto do cabeceio).


No último vídeo desse tema (coberturas) entra uma nova decisão correta, a qual a defesa de zona se transforma em manutenção de posse e leva ao gol do Liverpool.

Aqui um posicionamento para os escanteios.Fica uma observação em relação ao batedor com perna aberta e ele não se posicionar no centro do gol e também mais conservador na questão da altura.

Manutenção da posse Nesse outro tema, irei abordar a inserção do goleiro dentro da fase de organização ofensiva da equipe, sendo ela vinda de um tiro de meta ou uma circulação de bola próxima ao gol.

Aqui na imagem vemos um posicionamento interessante do corpo de Adrián, totalmente de frente para o campo, se oferecendo como solução na manutenção da posse do Liverpool.


No lance acima vemos uma variação em relação a decisão técnica escolhida pelo goleiro para manter a posse.


Aqui, mesmo sendo simples, vemos a forma como Jürgen Klopp insere seu goleiro na fase de construção, saindo de uma transição defensiva para uma organização e acabando com uma possível situação de gol


Por último conseguimos ver de uma forma mais macro e suas movimentações e balanços laterais, novamente com o corpo sempre de frente para o campo.

Defesa de Gol Aqui são inúmeras as situações que podemos enumerar: Chute de dentro( sendo possível dividir em longa, média, curta distância e 1×1), fora da área (frontais, diagonais), cabeceio(frontal de curta ou media distancia), faltas, penaltys e etc

Aqui temos um posicionamento no momento de transição ofensiva no corredor central do campo, do Arsenal, onde ele adota um posicionamento mais alto


Aqui vemos em uma situação de organização ofensiva do Arsenal pelo corredor central-lateral direito, a qual ele se posiciona mais próximo a linha do gol




Por último dentro desse tema temos uma situação de transição para o Arsenal na qual vemos os ajustes feitos até a finalização bloqueada.


Scout da partida entre Liverpool x Arsenal


Após a primeira análise, e com a novidade do Alisson como melhor goleiro europeu, a pressão sobre Adrián aumentará cada vez mais enquanto o brasileiro não retornar à meta do Liverpool.

0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 por Voa Goleiro. Tudo sobre Goleiros.